Realização da limpeza de caixa d’água em residências, prédios, ou indústrias

Para cuidar da sua saúde e da sua família, é imprescindível providenciar, de tempos em tempos, a limpeza de caixa d’água. Porém, você sabe como fazer essa ação, bem como qual é a frequência necessária? 

 

 

A orientação é que a limpeza da caixa d’água seja realizada, no máximo, a cada 6 meses, para garantir que não fiquem acumuladas impurezas e sujeiras que possam causar males para saúde e diminuir a qualidade da água disponível para o cotidiano. 

 

 

Deve-se ter em mente que todo lugar que contém uma caixa d’água deve ter uma atenção especial para sua limpeza, desde uma casa pequena até mesmo uma grande fábrica, pois todos estão sujeitos aos malefícios causados por um local de armazenamento sujo. 

 

 

Como um exaustor de parede, que deve ser limpo com frequência para manter sua função, a caixa d’água exige o mesmo cuidado, garantindo água limpa e pura para uso no local. 

 

 

Dessa forma, é importante colocar entre as despesas anuais a necessidade de limpeza do equipamento. Nesse texto, trataremos da limpeza de caixa d’água em diversos locais e como realizá-la da forma mais segura, rápida e prática.

A importância da manutenção da caixa d’água

 

A caixa d’água é um equipamento voltado para o armazenamento de água em um determinado local, com o objetivo de realizar uma reserva para o uso e garantir que não falta abastecimento por algum período. 

 

 

Antigamente, esse equipamento era feito em cimento na estrutura das residências, com difícil acesso, sem tanta facilidade para manutenção e pouca possibilidade de troca em caso de qualquer defeito. 

 

 

Hoje em dia, está presente com mais opções, como:

 

 

 

  • Caixa d’água de aço inox; 
  • Caixa d’água de fibra de vidro; 
  • Caixa d’água de polietileno.

 

 

Entre as alternativas, está a caixa d’água de fibra de vidro, que é formada da mistura entre resina e vidro que consiste em um material menos nocivo ao meio ambiente, por não ser de plástico, como o polietileno, que libera micro polímeros conforme seu uso. 

 

 

O problema, porém, desse tipo de equipamento é sua fragilidade e dificuldade na instalação. Outro modelo existente é a modalidade em aço inox, que é uma das mais caras e resistentes do mercado, porém deve ser protegida de raios solares para não esquentar a água. 

 

 

O modelo mais usual no mercado atualmente é a caixa de polietileno, a tradicional “caixa d’água azul”, que vem acompanhada de tampa para melhor vedação e proteção da água. Esse tipo é o mais comum por bom preço, boa armazenagem e leveza. 

 

 

Outro ponto positivo deste modelo tradicional é a durabilidade, que se estima em 30 anos para que seja necessária a troca, caso não haja nenhum tipo de incidente que obrigue a troca antes. 

Entenda como fazer a limpeza do equipamento

 

Depois que é realizada a instalação, que deverá ser feita por profissional capacitado para garantir que não haja nenhuma avaria na caixa d’água, bem como que seja realizada a vedação absoluta para que não ocorra desperdício, o único ponto é fazer a limpeza. 

 

 

Esse tipo de equipamento não exige maiores manutenções periódicas, a menos que haja algum problema específico em alguma peça, como necessidade de troca de bóia ou qualquer questão envolvendo vedação e vazamento. 

 

 

Como a impermeabilização de paredes, a boa escolha no momento da instalação poupará maiores preocupações ao longo da vida útil do equipamento, garantindo que não sejam necessários mais gastos. 

 

 

Ainda assim, se a caixa d’água não costuma exigir cuidados em termos de troca de peças periodicamente ou necessidade de revisão, a realização da limpeza é de suma importância para garantir a qualidade da água do local. 

 

 

Isso porque, mesmo sendo bem vedada, a caixa nem sempre é esvaziada totalmente, ficando uma certa quantidade de água no fundo. Esse acúmulo pode acabar causando o surgimento de algas e microorganismos no geral, que na sombra podem realizar reprodução. 

 

 

Por isso, a limpeza é imprescindível ainda que não haja o hábito de beber água diretamente da torneira, pois mesmo no momento do banho ou da higienização de alimentos, é possível que a água contaminada traga problemas à saúde. 

 

 

Quando falamos em um ambiente de fábrica, temos uma questão além, que é a necessidade do controle de qualidade das instalações fabris, fazendo com que a qualidade da água disponível também seja avaliada. 

 

 

Isso se torna especialmente importante quando falamos em fábricas que produzem alimentos, mas, independentemente disso, como a necessidade de alarme de incêndio, oferecer água de qualidade para os funcionários compõem as práticas exigidas. 

 

 

Para cada ambiente, é necessário um procedimento para limpeza do equipamento. Geralmente, ao contratar empresas, estas realizarão a cobrança pela capacidade de armazenagem da caixa d’água.

 

 

Devido à dimensão do equipamento, é essencial que, para prédios, indústrias e fábricas, seja realizada a contratação de empresa especializada para realização do serviço, ao contrário de residências, que poderá ser realizado pelo morador, seguindo instruções. 

A limpeza de caixas residenciais 

 

Quando se fala em casas, o procedimento é simples e pode ser realizado até mesmo pelo morador, desde que seja seguro e que tenha todos os utensílios necessários para que seja feita de acordo com o exigido.  

 

 

Se a caixa d’água estiver em lugar com perigo de acesso, é importante que haja assistência de uma empresa que tenha experiência na realização de serviços em altura, para garantir que não ocorra nenhum tipo de risco no procedimento. 

 

 

O passo a passo para realização do serviço é muito simples, mas deve ser seguido à risca para garantir o melhor resultado e conferir uma boa limpeza desse tão importante equipamento para a sua saúde e de sua família. 

 

 

O primeiro ponto é fechar o registro ou prender a bomba, para que a caixa não receba mais água enquanto você realiza a limpeza. Em seguida, a tampa deve ser limpa e retirada, aproveitando para realizar desinfecção e secagem natural enquanto você realiza o serviço. 

 

 

A saída da caixa deve ser tampada nesse processo, para evitar que a sujeira desça pelo ralo e, assim, deverá ser deixada uma pequena quantidade de água na caixa para que seja feita a limpeza, com um pano ou uma escova adequada, sem produtos químicos, nem mesmo detergente. 

 

 

Essa água, que agora está com as sujidades presentes antes da caixa, deverá ser retirada com ajuda de panos e baldes, evitando que desça pelo ralo. O fundo da caixa deve ser seco neste momento, com um pano limpo. 

 

 

Com a caixa seca e com a saída ainda tampada, deve-se deixar entrar pouca quantidade de água, aproximadamente um palmo. A essa água, será misturado dois litros de água sanitária, que promoverá a desinfecção do equipamento. 

 

 

Essa solução deverá ser mantida na caixa por duas horas, sendo necessário molhar as paredes da caixa com ajuda de caneca ou balde a cada meia hora nesse período, para garantir que toda a caixa seja limpa. 

 

 

Após essas duas horas, a tampa deverá ser aberta para que a solução passe pela tubulação, puxando descargas para que a solução desça e promova a desinfecção da rede de encanamento da casa. Deve-se, então, encher novamente a caixa e vedar bem.

 

 

É importante que a primeira água seja utilizada para limpeza de banheiros e quintais, para garantir que não haja vestígio de água sanitária no momento de tomar banho ou de lavagem de alimentos, apesar da diluição segura.

 

 

A frequência da realização de limpeza, bem como a verificação das instalações hidráulicas prolonga a vida útil e deve ser feita com regularidade, tal qual polimento de pisos, verificação de telhados e outros serviços periódicos em uma casa. 

A limpeza de caixas prediais

 

Para que seja realizada a limpeza da caixa d’água em prédios, o procedimento a ser realizado será bem parecido, porém demanda alguns outros cuidados por se tratar de uma moradia coletiva e será feita duas vezes ao ano, como é lei em alguns municípios.  

 

 

Antes de mais nada, é importante destacar que a limpeza é obrigação do síndico e deverá ser feita respeitando rigorosamente o prazo, pois qualquer dano a moradores que se comprove ter acontecido por falta de manutenção, será responsabilidade do síndico. 

 

Por isso, apesar de ser possível a realização da limpeza pela equipe de manutenção do prédio, o ideal é que haja a contratação de uma empresa certificada, que realizará o serviço de forma competente e segura para todos. 

 

 

É a mesma lógica de contratação de empresa de segurança eletrônica: poderá sair mais caro, mas a segurança e a tranquilidade em ter um serviço especializado compensará o custo no caso de uma eventualidade. 

 

 

É importante que haja a notificação com antecedência de todos os moradores, bem como que se realize a explicação da necessidade de não abertura de torneiras ou chuveiros durante a limpeza e nas horas seguintes, para segurança de todos.  

A limpeza de caixas industriais

 

Quando se fala em limpeza de caixa d’água em indústrias, é necessário escolher bem uma equipe especializada para que haja a realização impecável de um serviço que é tão importante e minucioso. 

 

 

A caixa d’água industrial costuma ter capacidade elevada, sendo realizada em carbono e aço, com formato tubular e cilíndrico. Por isso, exige mais cuidados, ainda que a frequência recomendada seja a mesma das alternativas residenciais. 

 

 

Tal qual um climatizador evaporativo, que exige limpeza periódica para manter sua função, a caixa d’água deve ser limpa por equipe especializada a cada seis meses.

Considerações finais

 

A saúde de uma pessoa deve ser sempre o ponto primordial, independentemente da ação que seja feita, por isso a limpeza das caixas d’água é tão importante. Agora, com este artigo, com certeza, ficou fácil saber em quanto tempo e de que forma realizar o serviço!

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *