Realização da limpeza de caixa d’água em residências, prédios, ou indústrias

Para cuidar da sua saúde e da sua família, é imprescindível providenciar, de tempos em tempos, a limpeza de caixa d’água. Porém, você sabe como fazer essa ação, bem como qual é a frequência necessária? 

 

 

A orientação é que a limpeza da caixa d’água seja realizada, no máximo, a cada 6 meses, para garantir que não fiquem acumuladas impurezas e sujeiras que possam causar males para saúde e diminuir a qualidade da água disponível para o cotidiano. 

 

 

Deve-se ter em mente que todo lugar que contém uma caixa d’água deve ter uma atenção especial para sua limpeza, desde uma casa pequena até mesmo uma grande fábrica, pois todos estão sujeitos aos malefícios causados por um local de armazenamento sujo. 

 

 

Como um exaustor de parede, que deve ser limpo com frequência para manter sua função, a caixa d’água exige o mesmo cuidado, garantindo água limpa e pura para uso no local. 

 

 

Dessa forma, é importante colocar entre as despesas anuais a necessidade de limpeza do equipamento. Nesse texto, trataremos da limpeza de caixa d’água em diversos locais e como realizá-la da forma mais segura, rápida e prática.

A importância da manutenção da caixa d’água

 

A caixa d’água é um equipamento voltado para o armazenamento de água em um determinado local, com o objetivo de realizar uma reserva para o uso e garantir que não falta abastecimento por algum período. 

 

 

Antigamente, esse equipamento era feito em cimento na estrutura das residências, com difícil acesso, sem tanta facilidade para manutenção e pouca possibilidade de troca em caso de qualquer defeito. 

 

 

Hoje em dia, está presente com mais opções, como:

 

 

 

  • Caixa d’água de aço inox; 
  • Caixa d’água de fibra de vidro; 
  • Caixa d’água de polietileno.

 

 

Entre as alternativas, está a caixa d’água de fibra de vidro, que é formada da mistura entre resina e vidro que consiste em um material menos nocivo ao meio ambiente, por não ser de plástico, como o polietileno, que libera micro polímeros conforme seu uso. 

 

 

O problema, porém, desse tipo de equipamento é sua fragilidade e dificuldade na instalação. Outro modelo existente é a modalidade em aço inox, que é uma das mais caras e resistentes do mercado, porém deve ser protegida de raios solares para não esquentar a água. 

 

 

O modelo mais usual no mercado atualmente é a caixa de polietileno, a tradicional “caixa d’água azul”, que vem acompanhada de tampa para melhor vedação e proteção da água. Esse tipo é o mais comum por bom preço, boa armazenagem e leveza. 

 

 

Outro ponto positivo deste modelo tradicional é a durabilidade, que se estima em 30 anos para que seja necessária a troca, caso não haja nenhum tipo de incidente que obrigue a troca antes. 

Entenda como fazer a limpeza do equipamento

 

Depois que é realizada a instalação, que deverá ser feita por profissional capacitado para garantir que não haja nenhuma avaria na caixa d’água, bem como que seja realizada a vedação absoluta para que não ocorra desperdício, o único ponto é fazer a limpeza. 

 

 

Esse tipo de equipamento não exige maiores manutenções periódicas, a menos que haja algum problema específico em alguma peça, como necessidade de troca de bóia ou qualquer questão envolvendo vedação e vazamento. 

 

 

Como a impermeabilização de paredes, a boa escolha no momento da instalação poupará maiores preocupações ao longo da vida útil do equipamento, garantindo que não sejam necessários mais gastos. 

 

 

Ainda assim, se a caixa d’água não costuma exigir cuidados em termos de troca de peças periodicamente ou necessidade de revisão, a realização da limpeza é de suma importância para garantir a qualidade da água do local. 

 

 

Isso porque, mesmo sendo bem vedada, a caixa nem sempre é esvaziada totalmente, ficando uma certa quantidade de água no fundo. Esse acúmulo pode acabar causando o surgimento de algas e microorganismos no geral, que na sombra podem realizar reprodução. 

 

 

Por isso, a limpeza é imprescindível ainda que não haja o hábito de beber água diretamente da torneira, pois mesmo no momento do banho ou da higienização de alimentos, é possível que a água contaminada traga problemas à saúde. 

 

 

Quando falamos em um ambiente de fábrica, temos uma questão além, que é a necessidade do controle de qualidade das instalações fabris, fazendo com que a qualidade da água disponível também seja avaliada. 

 

 

Isso se torna especialmente importante quando falamos em fábricas que produzem alimentos, mas, independentemente disso, como a necessidade de alarme de incêndio, oferecer água de qualidade para os funcionários compõem as práticas exigidas. 

 

 

Para cada ambiente, é necessário um procedimento para limpeza do equipamento. Geralmente, ao contratar empresas, estas realizarão a cobrança pela capacidade de armazenagem da caixa d’água.

 

 

Devido à dimensão do equipamento, é essencial que, para prédios, indústrias e fábricas, seja realizada a contratação de empresa especializada para realização do serviço, ao contrário de residências, que poderá ser realizado pelo morador, seguindo instruções. 

A limpeza de caixas residenciais 

 

Quando se fala em casas, o procedimento é simples e pode ser realizado até mesmo pelo morador, desde que seja seguro e que tenha todos os utensílios necessários para que seja feita de acordo com o exigido.  

 

 

Se a caixa d’água estiver em lugar com perigo de acesso, é importante que haja assistência de uma empresa que tenha experiência na realização de serviços em altura, para garantir que não ocorra nenhum tipo de risco no procedimento. 

 

 

O passo a passo para realização do serviço é muito simples, mas deve ser seguido à risca para garantir o melhor resultado e conferir uma boa limpeza desse tão importante equipamento para a sua saúde e de sua família. 

 

 

O primeiro ponto é fechar o registro ou prender a bomba, para que a caixa não receba mais água enquanto você realiza a limpeza. Em seguida, a tampa deve ser limpa e retirada, aproveitando para realizar desinfecção e secagem natural enquanto você realiza o serviço. 

 

 

A saída da caixa deve ser tampada nesse processo, para evitar que a sujeira desça pelo ralo e, assim, deverá ser deixada uma pequena quantidade de água na caixa para que seja feita a limpeza, com um pano ou uma escova adequada, sem produtos químicos, nem mesmo detergente. 

 

 

Essa água, que agora está com as sujidades presentes antes da caixa, deverá ser retirada com ajuda de panos e baldes, evitando que desça pelo ralo. O fundo da caixa deve ser seco neste momento, com um pano limpo. 

 

 

Com a caixa seca e com a saída ainda tampada, deve-se deixar entrar pouca quantidade de água, aproximadamente um palmo. A essa água, será misturado dois litros de água sanitária, que promoverá a desinfecção do equipamento. 

 

 

Essa solução deverá ser mantida na caixa por duas horas, sendo necessário molhar as paredes da caixa com ajuda de caneca ou balde a cada meia hora nesse período, para garantir que toda a caixa seja limpa. 

 

 

Após essas duas horas, a tampa deverá ser aberta para que a solução passe pela tubulação, puxando descargas para que a solução desça e promova a desinfecção da rede de encanamento da casa. Deve-se, então, encher novamente a caixa e vedar bem.

 

 

É importante que a primeira água seja utilizada para limpeza de banheiros e quintais, para garantir que não haja vestígio de água sanitária no momento de tomar banho ou de lavagem de alimentos, apesar da diluição segura.

 

 

A frequência da realização de limpeza, bem como a verificação das instalações hidráulicas prolonga a vida útil e deve ser feita com regularidade, tal qual polimento de pisos, verificação de telhados e outros serviços periódicos em uma casa. 

A limpeza de caixas prediais

 

Para que seja realizada a limpeza da caixa d’água em prédios, o procedimento a ser realizado será bem parecido, porém demanda alguns outros cuidados por se tratar de uma moradia coletiva e será feita duas vezes ao ano, como é lei em alguns municípios.  

 

 

Antes de mais nada, é importante destacar que a limpeza é obrigação do síndico e deverá ser feita respeitando rigorosamente o prazo, pois qualquer dano a moradores que se comprove ter acontecido por falta de manutenção, será responsabilidade do síndico. 

 

Por isso, apesar de ser possível a realização da limpeza pela equipe de manutenção do prédio, o ideal é que haja a contratação de uma empresa certificada, que realizará o serviço de forma competente e segura para todos. 

 

 

É a mesma lógica de contratação de empresa de segurança eletrônica: poderá sair mais caro, mas a segurança e a tranquilidade em ter um serviço especializado compensará o custo no caso de uma eventualidade. 

 

 

É importante que haja a notificação com antecedência de todos os moradores, bem como que se realize a explicação da necessidade de não abertura de torneiras ou chuveiros durante a limpeza e nas horas seguintes, para segurança de todos.  

A limpeza de caixas industriais

 

Quando se fala em limpeza de caixa d’água em indústrias, é necessário escolher bem uma equipe especializada para que haja a realização impecável de um serviço que é tão importante e minucioso. 

 

 

A caixa d’água industrial costuma ter capacidade elevada, sendo realizada em carbono e aço, com formato tubular e cilíndrico. Por isso, exige mais cuidados, ainda que a frequência recomendada seja a mesma das alternativas residenciais. 

 

 

Tal qual um climatizador evaporativo, que exige limpeza periódica para manter sua função, a caixa d’água deve ser limpa por equipe especializada a cada seis meses.

Considerações finais

 

A saúde de uma pessoa deve ser sempre o ponto primordial, independentemente da ação que seja feita, por isso a limpeza das caixas d’água é tão importante. Agora, com este artigo, com certeza, ficou fácil saber em quanto tempo e de que forma realizar o serviço!

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como prevenir problemas na encanação

É normal que, ao longo de muitos anos, vez ou outra todas as pessoas tenham algum problema com a encanação, seja em sua própria residência ou no trabalho. Sendo assim, hoje, veremos algumas dicas e orientações sobre como se prevenir deste grande mal.

 

Por ser um assunto que nem todo mundo tem uma certa familiaridade ou simplesmente por não ser tão comum de ocorrer, muitos ignoram os possíveis meios de prevenir problemas com encanação e acabam sendo pegos de surpresa.

 

Infelizmente, nem todos compreendem ou, até mesmo, sabem da importância em fazer vistorias e limpezas preventivas nos elementos que compõem a rede hidráulica da sua residência. Mesmo que alguma coisa esteja em perfeito funcionamento, é necessário fazer prevenções.

 

Tal ação pode variar bastante, podendo ser realizada desde coisas simples como os canos até mesmo a bomba centrifuga, dependendo obviamente da facilidade que cada um tem e o acesso a sua rede hidráulica.

 

O próximo tópico abordará a importância de se realizar a prevenção dos seu sistema de encanamento e como isso pode acabar impactando o seu dia a dia de forma positiva e negativa. Continue a leitura e confira abaixo as orientações.

Qual o impacto de um encanamento ruim?

 

Primeiramente, antes de entender a gravidade e os impactos negativos de um encanamento ruim, é importante entender o que gera esse tipo de problema, podendo se estender a problemas relacionados à falta de limpeza de caixa d água ou outros obstáculos.

 

Pense que cada item que compõe a rede hidráulica de um lugar possui seu próprio período de manutenção, ou seja, é difícil dizer que o cano terá de ser trocado ou realizado uma prevenção com a mesma periodicidade que uma bomba d’água.

 

Porém, uma dica é começar pelo que é utilizado com maior frequência, começando assim então pelos ralos, pias e sifões de louças, retirando não só a sujeira, mas também o acúmulo de gorduras e outros restos de comida que acabam prejudicando o fluxo.

 

Tais problemas podem acontecer em qualquer lugar, desde uma empresa de consultoria contábil até mesmo sua residência ou a cozinha de um restaurante, sendo assim, é extremamente necessário manter uma atenção constante.

 

Entre os problemas mais comuns, podemos destacar:

  • Entupimento;
  • Vazamento de água;
  • Falta de troca de equipamento;
  • Obstruções por mau uso;
  • Danos por reformas mal confeccionadas.

 

Esses são apenas alguns dos motivos pelos quais a manutenção preventiva é importante, evitando possíveis dores de cabeça a todas as pessoas que habitam ou ficam com bastante frequência no local, além de, obviamente, economizar bastante com equipamento.

 

E tais problemas, normalmente, acontecem de forma natural ou por falta de atenção da pessoa que está realizando a manutenção. 

 

Assim sendo, garantir a prevenção é a forma mais eficaz de evitar esses empecilhos, podendo ser necessário um desenho e melhoria de processos para arrumar toda encanação em situações mais graves.

 

Dentre os problemas acima citados, vamos aprofundá-los um pouco para que você entenda como eles surgem e, a partir disso, cortar o mal pela raiz.

Problemas causados pela falta de prevenção

 

Como discutido até o momento e bastante enfatizado, a falta de cuidado, manutenção preventiva e distração são os maiores causadores de adversidades quando pensamos no encanamento em si e é sobre isso que falaremos neste tópico.

01 – Entupimentos e obstruções 

 

Pode-se dizer que este é o maior problema causado em pias e ralos de qualquer residência. Com o dia a dia dinâmico e bastante corrido, é normal que restos de comida e gordura acabem sendo enviados encanamento adentro.

 

Toda essa junção de restos de comida acaba criando crostas de sujeira que corroem o cano e começam a impedir que o fluxo de água passe de forma natural e direta. Se pode acontecer até mesmo com um hidrojateamento de alta pressão, imagine em um cano mais simples.

 

Tais hábitos se refletem também no banheiro ao jogar alguns objetos como papel higiênico no vaso, entre outros possíveis, e ter muito cabelo sendo enviado pelo ralo do chuveiro. Tome cuidado com essas atitudes e evite dores de cabeça no futuro.

02 – Não substituir o encanamento antigo

 

Embora existam alguns tubos e canos em específico que ajudam bastante neste quesito de corrosão e obstrução do encanamento, é necessário se atentar e trocar depois de um certo período de uso, para que assim evite possíveis problemas. 

 

É muito comum também contratar uma empresa de trabalho temporário que ajude na manutenção do encanamento. Dessa forma, embora você acabe gastando um pouco mais de dinheiro, a maior parte do trabalho e responsabilidade fica por conta dela.

 

É importante lembrar também que não é só o uso constante que pode acabar diminuindo a vida útil do sistema hidráulico em sua casa. Alguns descuidos e acidentes podem também acontecer e forçar a troca, mesmo que o estado dos canos esteja bom.

03 – Possíveis danos por reformas

 

Qualquer construção está suscetível a problemas no encanamento após reformas, seja uma residência ou uma empresa de controle de acesso, principalmente por erros que podem acontecer durante o processo.

 

O objetivo da reforma provavelmente é deixar o ambiente mais bonito e melhor, porém, uma reforma mal feita pode acabar prejudicando todo o processo quando os restos de construção não são descartados da forma adequada e acabam caindo no encanamento.

 

Além da possível quebra de algum elemento da sua rede hidráulica, vazamentos de água podem ocorrer, além de obstrução da rede de esgoto e outras tantas possibilidades. Fique atento quando isso acontecer.

 

Uma dica para evitar esse tipo de ocorrência é sempre posicionar entulhos, tijolos, massas, sacos de cimento, entre outros materiais, o mais longe possível do encanamento. Sempre deixe-os em um lugar coberto para que a chuva não acabe levando parte ou resquícios do material para o esgoto.

 

Tome cuidado também com as tintas que, ao entrarem em contato com o cano, podem não ser levadas pela água por causa de sua densidade e acabarem secando. Dessa forma, o cano será obstruído e será mais um problema que você terá de lidar.

Dicas para evitar problemas com o seu encanamento

 

Assim como uma empresa de monitoramento deve estar sempre atenta aos seus sistemas de segurança, você deve estar sempre atento com os possíveis problemas que sua residência pode apresentar, no caso de hoje, o foco é o encanamento.

 

Boas práticas são necessárias para que o ambiente residencial esteja em harmonia, coisa que você não conseguirá se o sistema hidráulico estiver com problemas. Portanto, vamos a algumas dicas que podem te ajudar a evitar tais frustrações.

Fique atento com as pias

 

As pias podem ser as primeiras a darem os sinais de que o seu sistema hidráulico, ou pelo menos os canos, precisam ser trocados ou limpos. Uma pia onde se usa um desentupidor manual diversas vezes, em um curto espaço de tempo, precisa ser trocada, por exemplo.

 

Outro elemento que pode também indicar que a pia ou ralo precisam de troca é o constante mau cheiro que pode exalar de dentro do encanamento, dando a entender de que algo ali está acumulado e está apodrecendo.

 

Por isso que o cuidado com gorduras e restos de alimentos que, muitas vezes, se vão pelo tubo da pia é tão importante. Lembre-se que o uso descuidado ou indevido dela pode resultar em trocas frequentes, afetando assim o seu orçamento.

O barato muitas vezes sai caro

 

Logicamente é necessário tomar ações e medidas preventivas para que o seu encanamento não estrague antes da hora, porém, de nada adianta caso você decida economizar com a qualidade do novo produto que será instalado.

 

Existe um ditado popular que diz “O barato sai caro” e quando pensamos em qualidade, ele se torna muito verdadeiro. Às vezes buscando economizar, compramos produtos de qualidade questionável e que, provavelmente, terão de ser trocados em pouco tempo.

 

É melhor gastar um pouco mais com um equipamento melhor do que gastar várias vezes com um equipamento ruim, isso sem contar na mão de obra que será empregada, afinal, se for instalado errado e o encanamento quebrar, terá de comprar novamente.

 

Portanto, pesquise bastante antes de adquirir o produto e tenha certeza de sua qualidade para que, junto com outras medidas preventivas e as ações pessoais para preservar a encanação, todo o esforço em conjunto valha a pena.

Conclusão

 

Agora que você já sabe diversas formas de se prevenir dos problemas na encanação da sua residência ou qualquer outro local onde você consiga gerenciar a estrutura, fica por sua conta aplicar a prevenção e ideias para melhorar as ações do lugar.

 

Lembre-se que o mais difícil é dar o primeiro passo, mas com alguns dias praticando, isso será bastante comum, além de te ajudar em diversos aspectos. E então, já decidiu quando trocará o seu encanamento?

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Limpeza de pias e encanamento como funcionam

Em certos momentos, é necessário realizar a limpeza de pias e encanamento, devido a algumas obstruções que impedem a passagem de água. No dia a dia, as pessoas costumam cometer alguns erros, por exemplo, jogar restos de comida na pia, pó de café usado, gordura, dentre outros elementos.

Dessa maneira, todos eles, ao longo do tempo, vão se acumulando no encanamento e, por isso, começam a entupir a passagem que deveria ser exclusiva da água.

A partir disso, lavar a louça começa a ser uma tarefa difícil e até incômoda, já que a água não desce e fica mais difícil retirar o sabão dos utensílios domésticos. Ademais, quem tem máquina de lavar louça também sofre na hora de despejar a água. 

Fora que o sistema de esgoto brasileiro não é como o de outros países. Ele não é preparado para lidar com detritos e sujeira. Mesmo que você tenha um triturador na pia, não é recomendável dispensar a sujeira dessa forma. 

Pensando nisso, neste artigo, vamos mostrar como evitar o entupimento de pias e encanamentos, bem como fazer o desentupimento, caso seja necessário. Confira no texto a seguir!

Entenda como evitar entupimentos

Aquele ditado que diz “prevenir é o melhor remédio” consegue se aplicar em muitas situações do nosso dia a dia, inclusive quando o assunto são as pias e os encanamentos.

É importante evitar que eles entupam por diversas razões, como o transtorno que isso provoca no dia a dia, por exemplo, prejudicando o encanamento a ponto de o conserto sair mais caro e piorar ainda mais o sistema de esgoto da sua cidade.

Assim como você contrata uma boa empresa de monitoramento para cuidar da sua segurança, deve manter alguns cuidados em relação ao encanamento da sua casa. 

Inclusive, é uma forma de colaborar com o meio ambiente, que também sofre quando jogamos óleo e outros detritos no ralo. Para evitar essa situação, existem algumas atitudes simples que podemos adotar no dia a dia, por exemplo, não jogar a borra de café dentro da pia.

Se você usa coador de pano, nunca jogue a borra no ralo, por ser muito espessa, ela vai se acumulando ao longo do encanamento e se une ao lodo natural dos canos. Isso acaba por obstruir a passagem de água.

Mesmo que seja um problema de longo prazo, uma hora ele pode aparecer, e pode ser ainda pior em estabelecimentos comerciais, como padarias, lanchonetes, cafeterias, dentre outros.

Nunca faça da sua pia uma lixeira temporária, mesmo que você use um protetor de ralo. Ao usar alguns ingredientes comuns para cozinhar, como ovos, cebola, alho, e outros alimentos com cascas, adquira o hábito de jogar tudo no lixo imediatamente.

Muitas cascas se quebram em pedaços pequenos que passam até mesmo pelo buraco do protetor. Ademais, qualquer empresa especializada em construção civil ou em encanamentos recomenda evitar esse hábito e dispensar restos de alimento no lixo.

Os pedaços pequenos vão se acumulando ao longo do encanamento, e podem piorar ainda mais a situação quando em contato com outros itens que algumas pessoas jogam na pia, como embalagens plásticas, fósforos, palitos de dente, etc.

Por menores que sejam, esses elementos se acumulam com o tempo e logo a água não terá uma boa vazão. O encanamento não foi feito para servir de lixo, sendo assim, se esse hábito se tornar frequente, logo ele será danificado.

Descartar óleo de cozinha na pia é outro hábito que muitas pessoas têm, e que além de entupir o encanamento, é extremamente prejudicial para o meio ambiente.

Mesmo que seja um fio de óleo que sobrou na frigideira que você fritou um ovo, não dispense na pia. Utilize um coletor e guarde o produto em uma garrafa pet, para descartá-lo do jeito certo.

Muitas pessoas e empresas recolhem esse material para fazer sabão e outros produtos. Além de evitar que se forme uma crosta gordurosa que danifica o encanamento, você colabora com o meio ambiente.

Por exemplo, um fabricante de bomba centrifuga que serve almoço para seus colaboradores, pode fazer parcerias com empresas de reciclagem para recolher o óleo de cozinha. Você pode fazer isso também, basta pesquisar na internet.

Agora que você já sabe a importância de manter o ralo da pia e o encanamento desobstruído e como fazer isso, no próximo tópico, vamos mostrar como desentupi-los.

Como limpar ralos de pia e outros locais

Mesmo tomando todos os cuidados necessários, às vezes, pode acontecer de algum detrito cair acidentalmente na pia e com isso causar um entupimento. Pensando nisso, existem várias maneiras de limpá-lo, como:

Limpeza de ralos e pias

Tanto uma empresa de segurança biológica quanto uma dona de casa, em algum momento, podem precisar desentupir o ralo da pia.

Trata-se da limpeza do sifão, uma peça em “U” que impede que o gás do esgoto retorne pelo ralo. É necessário limpá-lo frequentemente, visto que os resíduos que se acumulam podem causar entupimentos.

Coloque um balde embaixo para coletar a água que vai cair. Retire a peça e use um arame com bucha na ponta para eliminar toda a sujeira. Encaixe-o novamente e veja se a água está passando sem vazar. 

Outro ponto importante é que se o seu sifão for do tipo cotovelo, é necessário retirar o copo do fundo para limpá-lo.

Limpeza com solução caseira

Essa solução é muito simples e pode ser preparada, tanto por um fabricante de vigas de ferro para construção quanto por uma dona de casa. Você vai precisar de:

  • Bicarbonato de sódio;
  • Água quente;
  • Vinagre branco;
  • Meio limão.

Jogue meio copo de bicarbonato no ralo, em seguida, jogue uma xícara de vinagre branco com meio limão espremido sobre ele. Espere cinco minutos e adicione três litros de água quente.

Essa solução vai eliminar os excrementos do ralo, por meio de uma reação química natural com produtos que temos em casa.

A mistura não agride o meio ambiente, porque o bicarbonato é um composto químico alcalino que quebra as partículas de gordura ao longo de toda a tubulação. O vinagre auxilia na ação do bicarbonato, além de prevenir entupimentos e o acúmulo de resíduos.

Limpeza de ralo do banheiro

Além do ralo da pia, outros locais precisam ser devidamente limpos para evitar problemas, como no caso do ralo do banheiro.

Se você vê muitas mosquinhas conhecidas como drain fly no seu banheiro, é sinal de que está na hora de limpar o ralo. A limpeza periódica evita que se forme uma criação que colabora para a proliferação desse inseto.

A gordura natural do corpo sai durante o banho e forma no ralo e no encanamento uma geleia que tem bactérias e provoca mau cheiro.

Trata-se do alimento perfeito para as larvas da mosquinha. Mas a boa notícia é que a limpeza do ralo do banheiro é simples, podendo ser feita tanto em uma empresa de equipamentos para reutilização de agua quanto por você mesmo.

Para isso, use água e cloro gel, e uma luva para proteger suas mãos. Retire o tampão do ralo e use uma escova comprida para esfregar o ralo com sabão e água morna.

Enxágue-o com água bem quente e finalize jogando uma solução de água com cloro gel. Ao fazer isso toda semana, as mosquinhas de banheiro vão desaparecer. Isso é importante, principalmente, em banheiros usados por muitas pessoas.

Outra opção para a limpeza do ralo do banheiro é usar bicarbonato e vinagre, eles são ótimos para eliminar sabonete e fios de cabelo que caem no ralo.

Ademais, busque por um bom fornecedor de produtos de limpeza e tenha sempre em casa os produtos necessários para evitar que o ralo fique entupido.

Mas para resolver o problema de imediato, jogue meio copo de bicarbonato no ralo, misture meio limão espremido e uma xícara de vinagre branco e jogue por cima do bicarbonato.

Espere 5 minutos e acrescente três litros de água fervente, assim, o ralo do seu banheiro vai ficar tão limpo quanto o da sua pia.

Conclusão

A correria do dia a dia impede que as pessoas se atentem a alguns cuidados importantes com o lar. Mas mesmo diante de um problema, existem algumas formas de resolver um entupimento sem precisar de um serviço especializado.

O ideal é evitar que isso aconteça, tomando alguns cuidados básicos, como não deixar que restos de alimentos e outros detritos caiam no ralo. Além disso, tenha sempre em mãos os melhores produtos, como cloro para limpeza, para garantir que a sua casa esteja limpa e bem cuidada.

Neste artigo, você aprendeu um pouco mais sobre como desentupir o ralo e encanamento de sua pia, e ainda ganhou algumas dicas para cuidar do ralo do banheiro. Com certeza, vai conseguir evitar os transtornos do entupimento. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Desentupidora: como tirar a sujeira que está obstruindo

Vira e mexe nós precisamos dos serviços de uma desentupidora, afinal, com o passar do tempo e dependendo da maneira como usamos, os canos podem ficar entupidos.

Só que o assunto muda de figura quando falamos das tubulações de prédios, isso porque elas são diferentes das residenciais, que são horizontais. Nos edifícios, esse sistema é construído verticalmente, para que dejetos e detritos sejam levados ao destino certo.

Trata-se de um sistema complexo e diferente, mas que também é mais eficiente do que o residencial. Contudo, problemas podem aparecer e, nesse caso, é necessário buscar uma solução rápida, evitando comprometer a rede de esgoto.

O desentupimento de colunas é uma necessidade nesses casos, tanto em prédios residenciais quanto comerciais. Então, se você está passando por algum problema relacionado, está na hora de procurar uma boa desentupidora.

Porém, é necessário cuidado nessa etapa, para escolher uma empresa confiável e que resolva o seu problema. Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar como é feita a tubulação predial, como os tubos de esgoto são colocados e como as obstruções podem aparecer.

Após isso, vamos explicar a importância das desentupidoras de colunas e dar dicas para escolher a melhor para seu imóvel. Confira!

Entenda como é feita a tubulação predial

As colunas coletoras são parecidas com as tubulações de água, que em edifícios são verticalizadas e dividem a água para todo o condomínio.

No entanto, as coletoras são específicas para sistemas de esgoto e levam toda a sujeira para a rede de esgoto comum, estações de tratamento ou fossas.

É importante escolher com cuidado a desentupidora, assim como você faz com uma limpeza de fachada, visto que nem todos os condomínios possuem ligação direta com o esgoto.

Nesse caso, os dejetos são descartados em uma fossa séptica ou em estações de tratamento de efluentes, e estas precisam ser limpas regularmente.

Por lei, no Brasil, condomínios com mais de 3 andares devem possuir seu próprio sistema de tratamento de efluentes, independentemente de classe, quando não ligados diretamente à rede de esgoto.

Em linhas gerais, é necessário ter um encanamento eficiente, capaz de levar toda a sujeira, sem que existam obstruções.

Os tubos de esgoto são colocados verticalmente, mas mesmo assim, algumas situações podem provocar sua obstrução. Então, dentre as razões mais comuns temos:

  • Objetos sólidos que se prendem ao encanamento;
  • Gordura de cozinha;
  • Descarte incorreto de lixo;
  • Falta de manutenção.

O hábito de deixar objetos sólidos caírem dentro da pia, como restos de alimentos, ou jogar na descarga itens como absorventes, lenços umedecidos, dentre outros, pode obstruir os canos.

Além disso, um dos maiores causadores desse problema é o gás de cozinha. Assim como cuidamos da manutenção da caixa de passagem, precisamos cuidar bem do encanamento.

O óleo de cozinha forma uma camada que o obstrui o caminho de passagem de água e dejetos. Além disso, o descarte incorreto de lixo obstrui totalmente a passagem.

A falta de manutenção também causa problemas, e a falta de limpeza nas estações de tratamento de esgoto é uma das principais razões para isso.

O ideal é evitar essa situação, sendo que uma das maneiras de fazer isso é orientar os moradores quanto ao descarte de óleo de cozinha. O síndico deve solicitar que o material seja colocado em uma garrafa descartável.

As garrafas devem ser recolhidas e encaminhadas para o descarte correto, e o óleo usado pode ser reaproveitado para outras finalidades.

Lixos em geral nunca devem ser descartados na rede de esgoto. No Brasil, o sistema de tratamento é diferente, por exemplo, do da Europa, que consegue receber um número maior de detritos.

A manutenção das colunas também é importante para a segurança e bem-estar dos condôminos, assim como a instalação de câmera de monitoramento.

Ela deve ser feita periodicamente e por uma empresa especializada, que emita relatórios que esclareçam a situação da tubulação, levando mais tranquilidade a todos.

As desentupidoras de colunas são importantes também porque esses canais são responsáveis por coletar o esgoto de diversos ambientes de uma vez.

Então, se uma única coluna entope, todo o encanamento corre o risco de ficar parado, e isso pode acontecer em prédio de qualquer porte. Mas quanto maior ele for, maior também será o transtorno.

Então, assim que um problema aparece, o desentupimento deve ser providenciado imediatamente. Mas as desentupidoras, assim como uma empresa de automação residencial, são tão importantes que elas precisam entrar no orçamento de manutenções.

Ou seja, mais do que resolver um problema que já apareceu, a desentupidora pode ajudar o condomínio a evitar o surgimento de outros contratempos.

Como as colunas são desentupidas?

Existem vários métodos, mas tudo vai depender de uma análise do problema para entender a sua gravidade.

Uma das maneiras mais comuns é o hidrojateamento, contudo, às vezes ele pode exigir uma análise em cada unidade para ter acesso a outros pontos da tubulação, por meio de outros equipamentos para uma limpeza total.

O ideal é prevenir, mas se houver um problema, é necessário contar com uma desentupidora confiável. Isso porque o trabalho pode durar horas ou até mesmo dias.

Algumas vezes, pode gerar um odor fétido e expor os condôminos a riscos para a saúde. Daí a necessidade de saber escolher quem vai prestar esse serviço para o condomínio.

Tudo o que envolve um prédio exige cuidado e discernimento na hora de escolher. Por exemplo, na hora de montar um projeto de combate a incêndio, o síndico deve escolher a melhor opção nesse serviço.

A mesma situação se aplica ao escolher a desentupidora e, para te ajudar, no próximo tópico, vamos dar algumas dicas relacionadas a isso.

Veja de que maneira escolher uma boa desentupidora

Quando as tubulações do prédio entopem, o síndico se vê diante de uma situação de emergência e talvez não tenha muito tempo para escolher uma boa desentupidora.

Mesmo assim, é importante considerar alguns aspectos antes de bater o martelo. Então, dentre os pontos principais para fazer uma boa escolha, estão:

Procurar uma desentupidora especializada

Na pressa para desobstruir a tubulação predial, é comum ligar para o primeiro número que aparecer, só que isso é contar apenas com a sorte.

Além de sair mais caro, pode ser que a empresa não seja especializada em colunas ou nem mesmo saiba como fazer o serviço.

Assim como o edifício contou com um bom acompanhamento de obras, é necessário se atentar no momento de escolher uma desentupidora e escolher aquela que é especialista em colunas prediais.

Atendimento 24 horas

Os imprevistos não têm hora marcada, por isso, contar com uma empresa 24 horas é a melhor opção, inclusive em qualquer dia da semana.

Mesmo que neste momento o problema tenha aparecido em horário comercial, você não sabe se ele pode voltar a aparecer de madrugada, quando seu vizinho precisa tomar um banho depois de uma viagem, por exemplo.

Então, guarde com você o contato da desentupidora de colunas prediais 24 horas e procure por ela sempre que precisar.

Valorize o custo-benefício

Toda aquisição, como a compra de placas de isopor, precisa oferecer um bom custo-benefício, sendo que com as desentupidoras isso não é diferente.

Às vezes, pensamos que o valor cobrado por determinada empresa está um pouco acima, mas a qualidade do serviço prestado compensa cada centavo. Isso é o que chamamos de melhor custo-benefício.

Por outro lado, se a proposta está muito abaixo do mercado, pode desconfiar. Muitas vezes, pode significar serviço de baixa qualidade, sem os equipamentos adequados e com profissionais pouco qualificados. Em longo prazo, um serviço malfeito sai mais caro.

Equipamentos adequados

Se você precisa de locação de andaimes, com certeza quer ter acesso a bons equipamentos para garantir a segurança. A mesma premissa deve ser considerada na hora de escolher uma desentupidora.

Informe-se sobre os recursos utilizados, visto que itens de ponta ajudam a identificar os problemas e resolvê-los com mais eficiência. Exemplos de bons equipamentos são vídeo inspeção, cabo flexível, hidrojateamento, entre outros.

Serviço garantido

Por fim, não se esqueça de avaliar se a desentupidora de colunas oferece garantia de serviço, visto que aquelas que possuem qualidade garantem o seu trabalho e a equipe envolvida.

Aquelas que não oferecem esse benefício, muitas vezes, não conseguem resolver o problema logo de cara. Consequentemente, você terá que pagar para outra empresa refazer o serviço.

Conclusão

Cuidar do encanamento de um edifício é necessário para que ele possa cumprir sua função, garantindo o conforto e a higiene para todos.

Contudo, problemas podem aparecer e aí é necessário contar com uma boa desentupidora. Neste artigo, você conheceu um pouco mais sobre elas e está pronto para escolher a melhor opção para o seu condomínio.  

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Como funciona a limpeza de fossas

A limpeza de fossas é uma questão essencial para grande parte das residências, visto que com o seu transbordamento, inúmeros problemas podem vir à tona, indo além da própria residência e chegando a outras localidades.

 

É preciso ficar atento a cada uma das manutenções, que devem ser feitas por empresas registradas e que se certifiquem de seguir as normas, que focam estritamente em um trabalho correto de sucção e descarte dos dejetos recolhidos.

 

Por meio do artigo a seguir, você vai entender mais sobre a importância da limpeza de fossas para o meio ambiente e em como você deve investir nesse serviço para o bem-estar e para a saúde da sua família e das pessoas que moram próximas de você.

Importância da limpeza de fossas

 

Para que uma casa funcione com uma estrutura correta, que possibilite o despejo de dejetos de banheiros, cozinhas e outras áreas, é preciso que existam canos internos ligados a fossas, que podem ser urbanas, ou seja, públicas, ou privadas.

 

As fossas públicas, que são os escoamentos que saem das casas e vão até as ruas, são uma ótima forma de liberar dejetos para esgotos, algo que entra como um direito indiscutível do cidadão em uma cidade, que é o saneamento básico.

 

No entanto, ainda que esta seja uma possibilidade quase sempre competente dos governos e prefeituras de cidades, nem sempre é possível que todas as casas tenham esse acesso ao esgoto, seja por cuidado público ou pela distância de grandes centros de esgoto.

 

Isso faz com que muitas casas passem a concentrar fossas, ou seja, lugares para onde os canos internos escoam os dejetos, e os concentram em um determinado lugar, algo que poderia ir para a rua, mas neste exemplo, fica em dentro da residência.

 

E assim como é importante chamar uma empresa de segurança eletrônica assim que você tiver um problema com suas câmeras e seu material de proteção em casa, empresas que realizam limpeza de fossa devem ser convocadas sempre que necessário.

 

Isso porque as limpezas de fossa são essenciais de tempos em tempos, mais precisamente a cada duas vezes no ano, para que todo o esgoto interno não acabe sendo prejudicado e escoado de maneira errônea para a residência onde ele se encontra, e para as ruas.

 

A incidência desses casos é recorrente, visto que quase sempre muitas pessoas esquecem de fazer as limpezas anuais, causando então alagamentos e inundações nessas residências, que causam grande irresponsabilidade com o meio ambiente.

 

Essa gravidade acontece porque, a partir do momento que toda a fossa transborda, acontece um efeito tal como uma bomba para lama, onde tudo o que estava bem armazenado acaba saindo para lugares onde não era esperado.

 

Imagine então todos os dejetos que deveriam ter ido para um esgoto, concentrados em uma residência ou nas ruas. Isso causaria, além de doenças para humanos e animais, uma série de consequências para o meio ambiente, que não se conecta bem com essas substâncias.

 

Isso se torna ainda mais perigoso no caso de lugares que utilizam os trabalhos de empresas de terraplanagem e pavimentação para movimentar plantações que vão ser comercializadas. Qualquer contato mínimo com esse solo pode causar um estrago.

Sinais de que uma fossa precisa passar por uma limpeza

 

O principal sinal de que uma fossa está cheia e deve ser feita uma limpeza está na transbordação do local onde ficam escoados os dejetos. Facilmente alguém poderá notar esta situação, principalmente pelo mau cheiro.

 

É possível, ainda, sentir esse cheiro por meio de ralos, em diferentes localizações de uma residência, afinal todos estão conectados com essa fossa principal. Muitas vezes algumas pessoas colocam aço para construção nesses lugares, para evitar a proliferação.

 

Outra forma de notar que um local está precisando de uma limpeza de fossa é por meio do não funcionamento de descarga e outros dispositivos de liberação de ação ou outros dejetos, como pias de cozinhas e caixas de gordura, muito utilizadas em restaurantes.

 

Sobre essas caixas de gordura, é possível verificar ainda uma grande infiltração em diferentes partes, algo que pode passar a escorrer para fora da caixa, sendo, em alguns casos, capaz de provocar acidentes com carros e elétricos.

 

Ainda falando sobre privadas e outras formas de descarte, é possível notar que a água passa a borbulhar quanto a fossa está cheia, outro sinal de que aquele local onde despejam os dejetos estão quase entupido, apresentando lentidão no processo.

 

É importante enfatizar que qualquer sinal de entupimento, ou qualquer situação apontada acima é uma importante amostra de que algo não está ocorrendo como deveria, sendo necessária uma urgência no momento do contato com as empresas responsáveis.

 

Como dito, essa é uma causa importante para uma possível manutenção de áreas verdes

 nas proximidades do local onde este acontecimento está aparecendo. 

 

Por isso, além da urgência em contratar uma empresa especializada para a manutenção, é essencial entrar em contato com possíveis empresas e casas próximas, para evitar maiores problemas, que podem levantar casos de processos e outras situações.

Como funcionam os procedimentos de limpeza?

 

Os procedimentos de limpeza, que são feitos com itens similares a avental descartável, ou seja, próprios para esta situação, devem ser solicitados com empresas do ramo, que geralmente são conhecidas dentro de uma localidade.

 

Em seguida, a empresa envia um caminhão que, portando uma desentupidora, realiza o serviço de sucção de todos os dejetos dentro da fossa, guiada por profissionais eficazes, que vão até o local acompanhar a desobstrução dos canos de forma correta.

 

É importante ficar atento na convocação da empresa responsável, que deve apresentar certificados que confirmem as normas NBR 13969 e NBR 7229, que indicam que a empresa de fato faz o processo de armazenamento e descarte correto no meio ambiente.

 

Além disso, é importante verificar se a empresa responsável pelo processo oferece a garantia da experiência na cidade, visto que problemas durante o processo podem acontecer de forma errada, algo que é relativamente comum no setor.

 

Outro fator que basicamente se torna importante para os clientes é a certeza de que a empresa atende 24 horas. Afinal, os canos podem vazar a qualquer horário do dia, dentro ou fora do tempo comercial de funcionamento das empresas.

 

Certifique-se de que a organização que você contratou, ainda que seja uma locação de mão de obra temporária, vai eliminar os dejetos recolhidos em um local seguro, e próprio para este tipo de material, visto que o descarte incorreto pode gerar multas graves.

As principais ações de prevenção

 

Ainda que o entupimento e o nível de esgoto recolhido dentro das casas possa acontecer naturalmente, é possível evitar que grandes casos aconteçam, ainda mais se uma casa fica em uma localidade distante, onde é quase impossível que uma empresa chegue na hora.

 

A primeira forma de evitar o enchimento em alto nível de uma fossa é fazendo limpezas regulares, duas vezes ao ano ou mais, dependendo da quantidade de pessoas que moram em uma casa e quais os serviços prestados no recinto utilizando descartes de dejetos.

 

Em seguida, é preciso cuidar para que o local não sofra possíveis quebras, ou interferência de outros objetos, que causem destruição total ou parcial no momento que o entupir a fossa, como no caso de vasos ou outras estruturas metálicas.

 

A utilização de produtos químicos em fossas ou próximo delas também é uma ideia não muito agradável, já que alguns elementos podem tirar o funcionamento dos químicos dentro da fossa. Alguns dos produtos que devem ser retirados são:

 

  • Soda cáustica;
  • Água sanitária em excesso;
  • Bactérias múltiplas;
  • Álcool.

 

E por falar em álcool, é importante lembrar que a fossa não deve ser queimada em nenhuma hipótese, pois existe o alto risco de queima total não apenas do local, mas de todos os arredores, já que existe uma pequena circulação de gases no local.

 

Seguindo todas essas dicas, fica mais fácil reter o acontecimento de acidentes e outras explosões de fossa, tirando ainda o cumprimento obrigatório do serviço de limpeza em mais vezes durante um ano. Com cuidado, tudo pode ser resolvido!

Conclusão

 

Além de entender o funcionamento pleno da limpeza de fossas, é importante saber que a importância dessa atividade é essencial para a manutenção dos ambientes de moradia e comerciais, evitando a proliferação de doenças e desastres ecológicos.

 

Focar nessa proteção, pelo menos duas vezes por ano, é essencial para cuidar da saúde dos moradores, ao mesmo tempo que contribui para um bom processo de esgoto residencial, ajudando a manutenção de empresas de jardinagem e outros serviços externos.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Limpeza em estações de tratamento e outros  

Quando falamos em estações de tratamento, podemos nos referir ao tratamento de água ou esgoto. A estação de tratamento de água, por exemplo, garante que o bem esteja dentro dos padrões de consumo.

Ou seja, limpa, pura e isenta de gosto ou impurezas. Só que para chegar a esse nível, é necessário evitar a contaminação por resíduos, que podem ser orgânicos, agrícolas, resíduos industriais, esgotos, dentre outros.

Do outro lado, temos as estações de tratamento de esgoto, que têm como objetivo remover os poluentes da água usada, para que possa ser devolvida ao sistema hídrico, de acordo com os parâmetros ambientais.

O esgoto passa por diversos tratamentos químicos, físicos e biológicos, para que os poluentes possam ser retirados completamente.

Só que ambas as estações precisam de uma boa limpeza, para que possam funcionar e também para evitar uma série de problemas. Portanto, é um cuidado que não pode ser negligenciado e que faz toda a diferença.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar a importância das estações de tratamento, os benefícios delas para as pessoas e como é feita a limpeza. Então, se você tem dúvidas sobre o assunto, leia até o final.

Importância das estações de tratamento

 

As estações de tratamento de água e esgoto possuem diferentes tipos, e todos eles são importantes. No caso do tratamento de esgoto, temos o de lodo ativado, lagoas anaeróbicas e filtro biológico.

Quanto ao tratamento da água, este é feito por meio de várias etapas, que podemos resumir em:

  • Captação;
  • Adução;
  • Coagulação;
  • Floculação;
  • Decantação;
  • Filtragem;
  • Desinfecção;
  • Reservação.

Tanto o tratamento de esgoto quanto de água precisa contar com uma empresa de segurança eletrônica, principalmente para proteger o espaço onde está alocado.

Independentemente do tipo de tratamento de água e esgoto escolhido (ETE), ele é importante porque recebe o esgoto do município e dá a ele o tratamento necessário. Isso garante mais qualidade de vida e saúde para toda a população.

Além de evitar a proliferação de doenças que são transmitidas pelas vias hídricas, ou seja, que correm pela água. Para se ter uma ideia, existem mais de 50 tipos de doenças que podem ser transmitidas por diferentes caminhos.

Quando o esgoto não é tratado, ele contamina a água, o alimento, as mãos, o solo e até mesmo os utensílios domésticos, causando novas infecções e levando a graves problemas de saúde pública. Dentre os problemas mais comuns, estão:

  • Cólera;
  • Hepatite;
  • Leptospirose;
  • Viroses;
  • Desinteria;
  • Febre tifoide;
  • Parasitoses.

O sistema público de saúde também é beneficiado, visto que todo investimento feito em tratamento de água e esgoto reduz muito os gastos com a saúde pública.

Além disso, assim como a manutenção de geradores de energia, o tratamento ajuda a preservar o meio ambiente, visto que os componentes de fezes e urina podem prejudicar a vida aquática.

A estação de tratamento de água, também conhecida como ETA, reduz a poluição da água, eliminando a concentração de materiais orgânicos e micro-organismos patogênicos, permitindo que ela seja consumida.

Os materiais sólidos poluem a água, mas ela passa pelo processo de floculação, que faz a sua decantação, e após isso o carvão filtra suas impurezas, tornando-a limpa e livre de componentes sólidos.

É dessa forma que a água que consumimos para beber, preparar alimentos ou tomar banho se encaixa dentro dos rígidos limites definidos pela secretaria de vigilância sanitária, com base na Portaria MS nº 518/2004.

Os resíduos das estações de tratamento costumam ser destinados aos aterros sanitários, contudo, a Política Nacional de Resíduos Sólidos incentiva as companhias a buscarem alternativas, que não prejudiquem o meio ambiente.

Dar outro destino aos resíduos provenientes de um filtro de água industrial e redes de tratamento é um desafio para diversos países, tanto sob o ponto de vista econômico quanto técnico.

Trata-se de um processo complexo e de alto custo, uma vez que envolve uso de tecnologia, disposição final e espaço físico adequado.

Agora que você já entende a importância do sistema de tratamento de água e esgoto, no próximo tópico, vamos mostrar os seus benefícios. Acompanhe!

Benefícios do tratamento de água e esgoto

 

O saneamento básico traz vários benefícios, inclusive para a educação da população. Pesquisas apontam que moradores de locais com acesso a tratamento de água e esgoto têm redução no atraso escolar.

O setor imobiliário também é beneficiado, tendo em vista que imóveis com acesso a redes de tratamento de água e esgoto e, consequentemente, à compensação ambiental, têm seu valor de mercado elevado a 14%.

O turismo é outro setor beneficiado, visto que ele não se desenvolve adequadamente em áreas sem acesso a saneamento básico. O esgoto contamina o meio ambiente, o que anula ou compromete o potencial turístico de uma região sem tratamento.

Por outro lado, os cuidados com água e esgoto aumentam a renda dos trabalhadores desse setor, o que gera lucros para as empresas e impostos para que o governo possa investir em outras áreas.

Os investimentos em manutenção e expansão de redes de água e esgoto também geram empregos, o que beneficia diretamente a economia do país.

Por fim, o saneamento básico garante a redução de doenças e promove a saúde da população, evitando crises de saúde pública, estas que vão impactar diretamente no sistema público.

Só que além de garantir as redes de tratamento de água e esgoto, elas precisam ser devidamente limpas. Caso isso não aconteça, a população fica sujeita à transmissão de doenças.

O meio ambiente também é severamente prejudicado, expondo a água à poluição, o que leva a diversos outros problemas, decorrentes da falta de cuidado com o meio.

Sendo assim, o ideal é que, além de fazer a correta destinação de resíduos sólidos, os sistemas de tratamento recebam a devida limpeza evitando entupimentos e é sobre isso que vamos falar a seguir. 

Entenda como é feita a limpeza

 

A limpeza dos centros de tratamento de água e esgoto precisa contar com materiais adequados, profissionais capacitados e caminhos hidrovácuos. Dessa forma, é possível eliminar lodo, areia contaminada e outros dejetos acumulados.

Mesmo que o funcionamento das estações de tratamento de água e esgoto esteja normal, é necessário fazer limpeza e manutenção, tomando alguns cuidados.

Desde o momento em que a água sai dos centros de tratamento até sua chegada nas torneiras, existe um longo caminho que precisa ser percorrido.

Existem canos que interligam a saída da estação até as residências. Vários problemas podem surgir nesse trajeto, inclusive, a presença de sujeiras em caixas d’água, que acabam por contaminar o líquido que chega ao consumidor final.

É exatamente por isso que há a necessidade de investir em soluções ambientais e na limpeza da caixa d’ água periodicamente.

Agora, no que diz respeito à limpeza dos sistemas de tratamento de água e esgoto, o processo busca reproduzir o mesmo processo realizado pelo rio. O que constitui diferentes fases.

Para que as estações de tratamento, tanto ETA quanto ETE, funcionem plenamente, a limpeza precisa estar sempre em dia. 

Primeiro, são retirados elementos macroscópicos grosseiros, como folhas, galhos, animais mortos, dentre outros. Depois, as micropartículas são aglomeradas, para que seu volume seja aumentado, auxiliando naturalmente na limpeza.

Inclusive, quando há uma revisão de impostos na cidade, muitas vezes é para investir nesse processo de limpeza, que também envolve o processo de floculação, onde a água é agitada lentamente para formar flocos de sujeira, facilitando sua remoção.

A decantação interrompe a agitação da água e os flocos começam a se depositar no fundo do tanque, separando-se da água e formando o lodo. Então começa o processo de filtragem, retirando partículas por um filtro com camadas de carvão.

Feito isso, é adicionado cloro à água, em quantidade adequada, matando micro-organismos causadores de doenças.

O lodo é um componente que se forma conforme a água é tratada, principalmente na etapa de decantação. Para que residências e organizações, como uma empresa de dedetização, possam usar a água, o lodo deve ser retirado completamente dos tanques.

Ademais, se ele retornar para a água, pode causar danos à saúde e à vida aquática, o que prejudica tanto as pessoas quanto o meio ambiente.

Contudo, quando retirado, pode compor, de maneira segura, a fabricação de cimento, tijolos, itens para disposição no solo, entre outros, desde que tratado com responsabilidade, cuidado e profissionalismo.

Conclusão

 

Sets of cooling towers in data center building.

A água tratada é um direito de todos, pois como vimos, ela é a base para a manutenção da saúde humana e do meio ambiente. Isso envolve o uso de estações de tratamento de água e esgoto, que garantem o acesso ao líquido potável e pronto para o consumo.

Mas é necessário cuidar desses sistemas também, para que eles possam funcionar adequadamente, evitando grandes problemas no futuro.

A Desentupidora Coppi é especialista no desentupimento de esgotos, pia, caça vazamento e residências na zona sul de São Paulo. Se você necessita de algum serviço entre em contato!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

PIA DE COZINHA COMO DESENTUPIR?

desentupidora imirim

A pia pode ser lugar de acúmulo de matérias orgânicos, já que é nela que deixamos a louça de pois de comer. E mesmo que você tenha tirado a maior parte dos detritos que sobram nela, ainda sim alguns resíduos ainda conseguem atravessar o ralo e se acumular causando transtornos.

O que geraria a obstrução de seu encanamento. Isso pode afetar desde residências até cozinhas industriais ou uma plataforma marítima, de forma que a contratação de uma desentupidora de pia de cozinha é uma forma de solucionar o problema  de uma forma rápida e segura.

Uma boa manutenção da pia é essencial para o funcionamento de todo o ambiente da cozinha, realizado por desentupidora profissional, a Desentupidora Coppi utiliza maquinário e equipamentos adequados para o serviço, além de contar com técnicos treinados para solucionar os mais diversos tipos de entupimento.

 

PIAS DE COZINHAS

As pias de cozinhas são algo complexo para alguém não acostumado. Então é recomendada a contratação de uma empresa especializada, que conte com equipamentos próprios para a atividade. O desentupimento de pias e outros reservatórios com presença de materiais evita mau cheiro e retorno de detritos.

No trabalho de uma desentupidora de pia de cozinha, o técnico profissional:

Desconecta o sifão da parede;

Passa mola rotativa Roto-Rooter para fazer a limpeza e a raspagem do encanamento até a caixa de gordura;

Acessa a caixa de gordura para checagem e realização da limpeza e do desentupimento, caso necessário.

 

SERVIÇO DE DESENTUPIMENTO DE ESGOTO E SUA UTILIDADE

Nas residências, empresas e indústrias é sempre necessário serviço de desentupimento de esgoto. Há essa demanda porque, com o passar do tempo e a utilização das fossas, podem ocorrer obstruções e, assim, causar grandes transtornos no local.

Em residências, a indicação é que o serviço seja realizado todo ano, ou antes, sempre que houver necessidade; já em estabelecimentos comerciais e empresariais, o período se intercala a cada seis meses. Independentemente do tipo ou da causa de entupimento, é essencial que uma empresa especialista seja contratada para que o trabalho seja eficiente e feito de acordo com os padrões de qualidade regulamentados.

 

PRINCIPAIS FOCOS DO SERVIÇO DE DESENTUPIMENTO DE ESGOTO

O entupimento do esgoto pode se manifestar em diferentes locais do imóvel, mas, muitas vezes, é ocasionado por problemas de entupimento no vaso sanitário. Ao ser identificado esse problema, é necessário contratar com urgência o serviço de desentupimento de esgoto, que utiliza equipamentos rotativos ou, em casos mais graves, hidrojateamento.

Além disso, outros focos do serviço de desentupimento de esgoto são:

Desentupimento da conexão entre a fossa do imóvel e a rede pública de esgoto;

Limpeza na fossa do local, com recolhimento de resíduos;

Manutenção para o correto funcionamento dos banheiros;

Manutenção e desentupimento em ralos.

O serviço de desentupimento de esgoto é considerado bastante eficiente e seguro; na grande parte dos casos, não é necessário quebrar o piso do ambiente, benefício obtido com a qualidade técnica da mão de obra que executa o serviço.

Então como você pode perceber não é um serviço tão simples, e por isso que Desentupidora Coppi tem sempre um atendimento especializado segundo a sua necessidade. Ficou interessado? Entre em contato e contrate nossos serviços pelo melhor preço.

Limpeza em estações de tratamento e outros

Quando falamos em estações de tratamento, podemos nos referir ao tratamento de água ou esgoto. A estação de tratamento de água, por exemplo, garante que o bem esteja dentro dos padrões de consumo.

Ou seja, limpa, pura e isenta de gosto ou impurezas. Só que para chegar a esse nível, é necessário evitar a contaminação por resíduos, que podem ser orgânicos, agrícolas, resíduos industriais, esgotos, dentre outros.

Do outro lado, temos as estações de tratamento de esgoto, que têm como objetivo remover os poluentes da água usada, para que possa ser devolvida ao sistema hídrico, de acordo com os parâmetros ambientais.

O esgoto passa por diversos tratamentos químicos, físicos e biológicos, para que os poluentes possam ser retirados completamente.

Só que ambas as estações precisam de uma boa limpeza, para que possam funcionar e também para evitar uma série de problemas. Portanto, é um cuidado que não pode ser negligenciado e que faz toda a diferença.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar a importância das estações de tratamento, os benefícios delas para as pessoas e como é feita a limpeza. Então, se você tem dúvidas sobre o assunto, leia até o final.

Importância das estações de tratamento

As estações de tratamento de água e esgoto possuem diferentes tipos, e todos eles são importantes. No caso do tratamento de esgoto, temos o de lodo ativado, lagoas anaeróbicas e filtro biológico.

Quanto ao tratamento da água, este é feito por meio de várias etapas, que podemos resumir em:

  • Captação;
  • Adução;
  • Coagulação;
  • Floculação;
  • Decantação;
  • Filtragem;
  • Desinfecção;
  • Reservação.

Tanto o tratamento de esgoto quanto de água precisa contar com uma empresa de segurança eletrônica, principalmente para proteger o espaço onde está alocado.

Independentemente do tipo de tratamento de água e esgoto escolhido (ETE), ele é importante porque recebe o esgoto do município e dá a ele o tratamento necessário. Isso garante mais qualidade de vida e saúde para toda a população.

Além de evitar a proliferação de doenças que são transmitidas pelas vias hídricas, ou seja, que correm pela água. Para se ter uma ideia, existem mais de 50 tipos de doenças que podem ser transmitidas por diferentes caminhos.

Quando o esgoto não é tratado, ele contamina a água, o alimento, as mãos, o solo e até mesmo os utensílios domésticos, causando novas infecções e levando a graves problemas de saúde pública. Dentre os problemas mais comuns, estão:

  • Cólera;
  • Hepatite;
  • Leptospirose;
  • Viroses;
  • Desinteria;
  • Febre tifoide;
  • Parasitoses.

O sistema público de saúde também é beneficiado, visto que todo investimento feito em tratamento de água e esgoto reduz muito os gastos com a saúde pública.

Além disso, assim como a manutenção de geradores de energia, o tratamento ajuda a preservar o meio ambiente, visto que os componentes de fezes e urina podem prejudicar a vida aquática.

A estação de tratamento de água, também conhecida como ETA, reduz a poluição da água, eliminando a concentração de materiais orgânicos e micro-organismos patogênicos, permitindo que ela seja consumida.

Os materiais sólidos poluem a água, mas ela passa pelo processo de floculação, que faz a sua decantação, e após isso o carvão filtra suas impurezas, tornando-a limpa e livre de componentes sólidos.

É dessa forma que a água que consumimos para beber, preparar alimentos ou tomar banho se encaixa dentro dos rígidos limites definidos pela secretaria de vigilância sanitária, com base na Portaria MS nº 518/2004.

Os resíduos das estações de tratamento costumam ser destinados aos aterros sanitários, contudo, a Política Nacional de Resíduos Sólidos incentiva as companhias a buscarem alternativas, que não prejudiquem o meio ambiente.

Dar outro destino aos resíduos provenientes de um filtro de água industrial e redes de tratamento é um desafio para diversos países, tanto sob o ponto de vista econômico quanto técnico.

Trata-se de um processo complexo e de alto custo, uma vez que envolve uso de tecnologia, disposição final e espaço físico adequado.

Agora que você já entende a importância do sistema de tratamento de água e esgoto, no próximo tópico, vamos mostrar os seus benefícios. Acompanhe!

Benefícios do tratamento de água e esgoto

O saneamento básico traz vários benefícios, inclusive para a educação da população. Pesquisas apontam que moradores de locais com acesso a tratamento de água e esgoto têm redução no atraso escolar.

O setor imobiliário também é beneficiado, tendo em vista que imóveis com acesso a redes de tratamento de água e esgoto e, consequentemente, à compensação ambiental, têm seu valor de mercado elevado a 14%.

O turismo é outro setor beneficiado, visto que ele não se desenvolve adequadamente em áreas sem acesso a saneamento básico. O esgoto contamina o meio ambiente, o que anula ou compromete o potencial turístico de uma região sem tratamento.

Por outro lado, os cuidados com água e esgoto aumentam a renda dos trabalhadores desse setor, o que gera lucros para as empresas e impostos para que o governo possa investir em outras áreas.

Os investimentos em manutenção e expansão de redes de água e esgoto também geram empregos, o que beneficia diretamente a economia do país.

Por fim, o saneamento básico garante a redução de doenças e promove a saúde da população, evitando crises de saúde pública, estas que vão impactar diretamente no sistema público.

Só que além de garantir as redes de tratamento de água e esgoto, elas precisam ser devidamente limpas. Caso isso não aconteça, a população fica sujeita à transmissão de doenças.

O meio ambiente também é severamente prejudicado, expondo a água à poluição, o que leva a diversos outros problemas, decorrentes da falta de cuidado com o meio.

Sendo assim, o ideal é que, além de fazer a correta destinação de resíduos sólidos, os sistemas de tratamento recebam a devida limpeza evitando entupimentos e é sobre isso que vamos falar a seguir. 

Entenda como é feita a limpeza

A limpeza dos centros de tratamento de água e esgoto precisa contar com materiais adequados, profissionais capacitados e caminhos hidrovácuos. Dessa forma, é possível eliminar lodo, areia contaminada e outros dejetos acumulados.

Mesmo que o funcionamento das estações de tratamento de água e esgoto esteja normal, é necessário fazer limpeza e manutenção, tomando alguns cuidados.

Desde o momento em que a água sai dos centros de tratamento até sua chegada nas torneiras, existe um longo caminho que precisa ser percorrido.

Existem canos que interligam a saída da estação até as residências. Vários problemas podem surgir nesse trajeto, inclusive, a presença de sujeiras em caixas d’água, que acabam por contaminar o líquido que chega ao consumidor final.

É exatamente por isso que há a necessidade de investir em soluções ambientais e na limpeza da caixa d’ água periodicamente.

Agora, no que diz respeito à limpeza dos sistemas de tratamento de água e esgoto, o processo busca reproduzir o mesmo processo realizado pelo rio. O que constitui diferentes fases.

Para que as estações de tratamento, tanto ETA quanto ETE, funcionem plenamente, a limpeza precisa estar sempre em dia. 

Primeiro, são retirados elementos macroscópicos grosseiros, como folhas, galhos, animais mortos, dentre outros. Depois, as micropartículas são aglomeradas, para que seu volume seja aumentado, auxiliando naturalmente na limpeza.

Inclusive, quando há uma revisão de impostos na cidade, muitas vezes é para investir nesse processo de limpeza, que também envolve o processo de floculação, onde a água é agitada lentamente para formar flocos de sujeira, facilitando sua remoção.

A decantação interrompe a agitação da água e os flocos começam a se depositar no fundo do tanque, separando-se da água e formando o lodo. Então começa o processo de filtragem, retirando partículas por um filtro com camadas de carvão.

Feito isso, é adicionado cloro à água, em quantidade adequada, matando micro-organismos causadores de doenças.

O lodo é um componente que se forma conforme a água é tratada, principalmente na etapa de decantação. Para que residências e organizações, como uma empresa de dedetização, possam usar a água, o lodo deve ser retirado completamente dos tanques.

Ademais, se ele retornar para a água, pode causar danos à saúde e à vida aquática, o que prejudica tanto as pessoas quanto o meio ambiente.

Contudo, quando retirado, pode compor, de maneira segura, a fabricação de cimento, tijolos, itens para disposição no solo, entre outros, desde que tratado com responsabilidade, cuidado e profissionalismo.

Conclusão

A água tratada é um direito de todos, pois como vimos, ela é a base para a manutenção da saúde humana e do meio ambiente. Isso envolve o uso de estações de tratamento de água e esgoto, que garantem o acesso ao líquido potável e pronto para o consumo.

Mas é necessário cuidar desses sistemas também, para que eles possam funcionar adequadamente, evitando grandes problemas no futuro.

A Desentupidora Coppi é especialista no desentupimento de esgotos, pia, caça vazamento e residências na zona sul de São Paulo. Se você necessita de algum serviço entre em contato!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

 

 

desentupidora zona sul

DESENTUPIDORA na Zona Sul – (11) 98776-7059

Problemas com entupimento não escolhe hora ou lugar para acontecer, porém quando acontecem é preciso saber onde encontrar uma boa desentupidora na zona sul para resolver o seu problema. 

E pode até parecer que é algo fácil, mas não é tão simples assim, afinal, se você contratar qualquer empresa sem referências pode acabar tendo problemas no futuro. Nesse artigo você vai aprender como e onde encontrar uma desentupidora na zona sul com o melhor serviço e todas as comodidades que você precisa. 

Continue lendo o artigo para entender os serviços principais da desentupidora na zona sul e se ela oferece o que você precisa. Confira!

 

Quais os serviços de uma desentupidora?

Saber quais são os serviços de uma desentupidora na zona sul é importante para que você saiba se aquela empresa está apta ou não para realizar o serviço que você está precisando. 

Abaixo reunimos alguns dos principais serviços que uma desentupidora pode oferecer para que você 

1- Desentupimento de caixas e redes de gordura

A limpeza da caixa de gordura deve ser feita a cada três meses ou de acordo com a necessidade do cliente. Se não for limpo, o tubo ficará definitivamente bloqueado, causando problemas maiores no futuro. 

Para ter certeza de uma limpeza bem feita o melhor a fazer é contratar uma empresa desentupidora na zona sul. 

2- Limpeza de esgoto

Por meio desse serviço, é possível evitar que a água passe pelas pias de cozinha, ralos de banheiro e de vasos sanitários. Em outras palavras, a limpeza  de esgoto pode garantir o fluxo normal de água, possibilitando que tudo corra normalmente na tubulação, principalmente durante a estação chuvosa.

3- Desentupidora de tanque

Trabalhamos muito para desbloquear sua caixa d’água para limpar todas as tubulações e remover toda a sujeira que causa problemas no trabalho doméstico.

4- Drenagem de água da chuva

Desta forma, a rede de canalização de água da chuva desbloqueada pode conduzir melhor a água da chuva através das canalizações. No geral, calhas e canos externos podem ser facilmente entupidos por folhas e outros objetos. 

Fazer uma limpeza regular, principalmente antes do período de chuva é importante. 

5- Desentupidora de ralos e do vaso sanitário

Através de uma equipe bem treinada e equipamentos modernos, desentupimos o ralo e o vaso sanitário, removendo a sujeira com eficiência e qualidade.

6- Desentupidora de pia

Se você tirar a água lentamente da pia ou sentir um cheiro desagradável na cozinha, pode ser um sinal de que está entupida. Oferecemos soluções eficazes para garantir que a sua higiene diária seja melhor.

Dicas para evitar o entupimentos em casa

Prevenir é sempre melhor, por isso, siga as dicas abaixo para evitar ter problemas de entupimento. E se mesmo assim tiver, fique tranquilo, pois com a desentupidora na zona sul, Coppi você vai ter atendimento 24 horas por dia e nós vamos te mostrar como é fácil contratar!

Não despeje comida e óleo na pia

A cozinha é uma das áreas da nossa casa que necessita de manutenção. Quando se trata de entupimento, a causa se repete: descarte de alimentos e óleo.

Portanto, se você jogar resto de alimentos ou óleo usado, a pia ficará entupida, causando muitas dores de cabeça. Existem algumas soluções que, além de não entupir sua pia, também ajudam o meio ambiente. Uma delas é doar seu óleo em pontos de coleta, e algumas cidades já oferecem esse serviço. Usando essa matéria-prima pode-se produzir sabão e outros produtos. Encontre um lugar perto de você e não sofra congestionamentos desnecessários.

Não jogue papel e outros lixos no vaso sanitários

Em países desenvolvidos como os Estados Unidos, jogar papel higiênico dentro do vaso sanitário é comum. Mas muitos brasileiros esquecem que o sistema de tratamento de esgoto daqui não está preparado para isso. Portanto, o resultado é um esgoto entupido e muita dor de cabeça.

Portanto, como método preventivo para evitar entupimentos, a melhor opção é usar lixo comum para papel, absorventes, etc.

O mesmo vale para os ralos, não acumule cabelo e não jogue eles no vaso sanitário, a lixeira é o local mais indicado para quem não quer ter problemas de entupir a pia. 

Não acumule dejetos na calha 

As calhas muitas vezes são lembradas quando a chuva já começa a cair, por isso, sempre que chegar o período chuvoso já olhe se elas estão funcionando ou se tem objetos que obstruem a passagem da água. 

Além disso, não jogue lixo em cima do telhado para evitar de entupir as calhas e depois ficar difícil que você mesmo faça a limpeza. 

Como contratar uma desentupidora na zona sul?

Contratar uma desentupidora na zona sul não é algo difícil, desde que você tenha confiança na empresa que vai realizar o serviço. 

No caso da Coppi Desentupidora na zona sul de São Paulo ela oferece um serviço de 24 horas oferecendo ajuda para aqueles que precisam de desentupidor qualquer coisa em casa. 

Com atendimento qualificado e sempre disponível a Coppi é a melhor opção para aqueles que querem um serviço de qualidade e com preço justo. 

Como contratar a Coppi Desentupidora na Zona Sul 

Contratar a Coppi Desentupidora na Zona Sul é fácil, pois você pode fazer pelo o telefone, whatsapp, por email ou formulário disponível no site.  

Ou seja, muitas possibilidades para que você consiga ter um atendimento ágil e eficaz. 

E o melhor de tudo é que você pode fazer um orçamento de graça, mesmo que seja necessário fazer uma visita para avaliar o problema. 

Entre em contato agora mesmo pelos número  (11) 3951-1655, 2822-9612, 2836-6065, ou mande uma mensagem no whatsapp  (11) 98776-7059. 

Seja qual for a sua necessidade a Coppi Desentupidora na Zona Sul pode te ajudar. Entre em contato e solicite um orçamento!

 

desentupidora zona oeste

Desentupidora zona oeste – Contrate a Coppi (11) 98776-7059

Procurando uma desentupidora zona oeste, mas ainda não sabe os motivos e vantagens de contratar um serviço especializado? Pois você está no lugar certo, nós vamos te contar tudo sobre o serviço de desentupidora, como funciona, como contratar, onde encontrar as melhores e muito mais. 

Afinal, um problema de entupimento nós nunca sabemos quando vai acontecer, por isso, quanto mais informação se tem, menos gastos você vai ter na hora do aperto. 

Então vamos ao artigo para você ficar bem informado sobre tudo o que precisa na hora de contratar uma desentupidora na zona oestes

 

4 motivos para contratar uma desentupidora zona oeste

A contratação de uma desentupidora na zona oeste profissional  salvará os donos de casa e apartamentos de dores de cabeça. A resolução do entupimento será muito mais simples com a ajuda de um especialista. 

A contratação de um limpador profissional pode evitar muitos problemas e tem também muitas vantagens. Descubra o que eles são:

1. Evite grandes inconvenientes

Conforme mencionado anteriormente, ao contratar uma desentupidora na zona oeste profissional, a resolução de problemas se torna mais fácil e rápida. O proprietário tenta resolver sozinho, o que pode piorar a situação. Portanto, se você precisa de profissionais, não hesite. Se você não entender o assunto, chame os profissionais treinados, essa é a melhor solução.

Pessoas sem qualificação mexendo onde não sabem podem acabar prejudicando e piorando a situação e no final você acaba pagando mais caro. 

2. Conveniência

Este é um dos motivos mais comuns para a contratação deste serviço de desentupidora na zona oeste. Você não precisará de nenhum trabalho, nem despender nenhum esforço para desentupir qualquer que seja o problema na sua casa. 

Por exemplo, você pode ter a certeza de que a empresa especializada vai desentupir canos sem te dar trabalho  e ainda vai te deixar seguro sabendo que vai funcionar e que tem garantia de conforto e resolução rápida do problema. 

 

3. Agilidade

Os profissionais da Coppi Desentupidora na Zona Oeste são competentes e rápidos. Todos eles são qualificados como um especialista nesta área, e com isso conseguem desempenhar o trabalho mais rápido. Eficaz e ágil.

Além disso, no caso da Coppi Desentupidora ela conta com um serviço 24 horas por dia, assim, logo que você entrar em contato já tem informações sobre o orçamento, o que facilita para que o serviço seja fechado com rapidez. 

Assim, o técnico da empresa pode ir na sua casa mais rápido e consequentemente vai resolver o seu problema mais rápido também. 

4. Soluções seguras, permanentes e com garantia

Quando uma desentupidora na zona oeste profissional é chamada para realizar um serviço, tenha certeza de que segurança, saúde e serviços específicos podem ser garantidos. Não apenas a avaliação será feita na superfície, mas os especialistas também analisarão as razões por trás do problema. Avaliamos qualquer dano e inconveniente que possa ser causado no futuro para garantir a satisfação do cliente. Garanta uma solução definitiva.

Profissionais que desbloqueiam o sistema são qualificados. Ele sabe o que está fazendo e fará o possível para satisfazer o empreiteiro e evitar problemas no futuro.

Desentupidora zona oeste 24 horas

Outro ponto importante e que precisa ser ressaltado na hora de contratar uma desentupidora na zona oeste é se ela além de ser profissional com funcionários qualificados, se o atendimento é 24 horas. 

As empresas que tem atendimento 24 horas saem na frente, pois são mais rápidas na solicitação dos clientes e conseguem resolver os problemas de entupimento mais rápidos. 

No caso da Coppi desentupidora na zona oeste de São Paulo pode ficar tranquilo porque o atendimento é 24 horas e você pode mandar mensagem ou ligar no plantão até mesmo nos finais de semana e feriados. 

Isso facilita muito a vida de quem precisa desses serviços, pois ninguém sabe quando é que vai ter um problema de entupimento em casa. 

Orçamento grátis

Nós da Coppi desentupidora na zona oeste também contamos com o diferencial de fazer um orçamento de graça, que pode ser online ou pessoalmente. Um dos nossos técnicos vai até a casa do cliente, avalia o trabalho e passa um orçamento de graça e sem compromisso. 

Se o orçamento for aceito é necessário pagar apenas pelo o serviço realizado e caso ele não seja realizado você não precisa de pagar nada, é tudo sem compromisso. 

Serviços que a Coppi desentupidora na zona oeste realiza

A Coppi não é apenas a melhor desentupidora na zona oeste, como também realiza uma dezena de serviços essenciais. 

Abaixo listamos alguns dos principais para que você saiba se a Coppi pode te atender quando você precisar de uma desentupidora 24 horas na zona oeste de São Paulo. Entre eles estão:

 

  • Desentupidora de esgoto 
  • Desentupidora de vaso sanitário
  • Desentupidora de pia 
  • Desentupidora de ralo 
  • Desentupidora de coluna 
  • Desentupidora de tanque 
  • Limpeza de fossa séptica
  • Limpeza de caixa de gordura 
  • Limpeza de calha 
  • Limpeza de caixa d’água 
  • caça vazamento
  • dedetização

 

Contrate a Coppi desentupidora agora!

Motivos não faltam para que você contrate a Coppi desentupidora na zona oeste, mas como entrar em contato? 

Simples, você pode acessar o site www.coppidesentupidora.com.br preencher o formulário, enviar mensagem direta no whatsapp pelo ícone no canto da página, mandar um email ou ainda utilizar um dos telefones do plantão. 

Ou seja, o que mais tem são maneiras de entrar em contato com essa empresa especializada em desentupir o que for preciso, em casa ou comércios em geral. 

Ligue agora mesmo em um dos telefones: (11) 3951-1655, (11) 2822-9612, (11)2836-6065 ou mande diretamente whatsapp no (11) 98776-7059. 

Além de atender a toda a zona oeste de São Paulo, a Coppi desentupidora atua em todas as cidades da região. 

Ligue e confira, pois é serviço garantido.